Bem vindos ao Matutices Poéticas!

Bem vindos ao Matutices Poéticas!

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Não tem remédio que dê jeito


A saudade que mata
Invade o nosso coração
Entra pela contra mão
A nossa vida desata 
Chega logo maltrata
Saudade não tem conceito 
De mansinho fere o peito 
Desatino que marca o destino 
Não tem remédio que dê jeito

(Klebson Oliveira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário