Bem vindos ao Matutices Poéticas!

Bem vindos ao Matutices Poéticas!

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Contrariedades do Matuto


Meu Sertão tem de tudo
Até posso imaginar
Assim disse o poeta
Gente humilde, popular
Agora no verso que faço
Com cuidado eu narro
Estórias do meu lugar

Agreste que eu cresci
Matuto tem de montão
Surgem nomes diferente
A quem tenho admiração
Matutada é inteligente
Vive apelidando gente
Tem isso como vocação

Essa semana ouvi 
A minha linda avó
Chamar Zé de Zefa 
De zé do catimbó
Dida ela chamou de Bira
Casado com Jandira
Nenzinha tá no caritó

É tanta prezepada
Sarturnino é bigodinho
Nonato é homi véi
Espera ai um tiquinho
Severino sempre é Bil
E nenem caba bom e hostil
Tem zeca que agora é zezinho

Ora essa quem já se viu
Amâncio que é Beija
Não tem nada a vê
Seu Salú não deixa
De tomar uma gelada
Eita tanta gente animada
Quero que você conheça

Dona Maria Izabel
Virou Zabé do pife
Duardo so toca violão
Incrível isso so existe 
Aqui no meu Sertão
Maria virou João
Jaoninha manicure so faz bife

Tonhão não é Mané
Benedita tem o riso singelo
Gosta de ser abraçado
Dé pacaré é Belo
Josino de seu Dão
Pedro Caeba é Antão
Chico tem a cara de fragelo

Ave Maria que coisa 
Essa gente do sertão
Paulo Germano é prego
Tem Socorro de Anunciação
Tem Manezin vaqueiro
Lulu nunca foi conselheiro
É a maior confusão

São Severino do Ramo
Jesus Maria, José
Coisa mais estrambólica
Oxe Deus me perdoe se quiser
Esse é o dito popular
O linguajar do lugar
Matutada de muita fé

Matuto inteligente feliz
Cria com  tanta alegria
Apelidando os amigos
Tudo vira poesia
Um fuxico de primeira
Acredite não é asneira
Seja noite, ou seja dia

Tem seu João cipó
Seu Antoin da rede
Seu Bastão contente
Bidoia mata sua sede
Lambuzano a língua nos beiço
A pai Mané tenho apreço
E seu Severino é um dele  

Quer conhecê venha cá
Nossa cultura tem tudo
Você vai ser bem recebido
Tenho certeza não duvido
Uma verdadeira harmonia
Nordestino de fé e alegria
Um caba da peste que acredito

KLEBSON OLIVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário